Confira como deve ser o esquema de vacinação dos cachorros

Vacinar seu cachorro é extremamente importante para manter a saúde de seu animal de estimação. Somente aqueles pets que têm o protocolo de vacinação seguido corretamente estão seguramente protegidos contra doenças transmissíveis que podem ser fatais.

Segundo o médico veterinário Rafael Galesco, o ideal é que os cães não realizem passeios na rua antes de concluir o esquema vacinal que deve ser da seguinte maneira:

Seis semanas de idade: primeira dose de V8
Nove semanas de idade: segunda dose de V8
12 semanas de idade: terceira dose de V8 + anti-rábica

“A vacina contra raiva é obrigatória por Lei e tanto ela quanto a V8 devem ser reaplicadas anualmente para garantir a imunidade do cão”, afirma o veterinário. De acordo com ele, a V8 é uma vacina polivalente e protege contra Cinomose, Parvovirose, Coronavirose, Adenovirose, Hepatite, Parainfluenza e Leptospirose.

Para os cachorros, existem ainda outras duas vacinas comumente indicadas pelos médicos veterinários. São elas a vacina contra giárdia e contra a gripe ou tosse dos canis. “A giárdia é um protozoário intestinal que causa diarreia com muco e sangue enquanto a gripe dos canis é causada pelo vírus H3N8, tipo específico de do vírus influenza que causa a doença nos cães. Esse tipo de gripe é transmitido somente de cão para cão, através do contato com secreções nasais e objetos”, explica.

Fique sempre de olho na carteirinha de seu pet e tenha certeza de que ele está com a vacinação em dia!

Rafael Augusto Galesco é Médico Veterinário, pós-graduado em cirurgia, anestesia e fisioterapia, proprietário do Banco de Sangue Veterinário BSVET e da Clínica Veterinária Galescão.