Willian Oliveira, especialista em canicross, conta tudo sobre o esporte

Praticar esportes é algo extremamente importante, mas muita gente sempre arruma algum tipo de desculpa para pular o treino. A boa notícia é que você pode, sempre que quiser, fazer um tipo de atividade bastante prazerosa ao lado de seu amigo de quatro patas. Ainda pouco popular no Brasil, existe uma modalidade de atividade física que, oficialmente, deve ser feita pelos tutores e seus cachorros. No canicross, dono e animal praticam corridas ao ar livre, aproveitando as maravilhas da natureza e atingindo não somente a forma física (algo muito importante para ambas as espécies), mas também melhorando o convívio e desfrutando de um momento único.

Willian Fabrício de Oliveira, educador físico, pós-graduado em fisiologia humana e fisiologia do exercício, Mountain Biker, Corredor de Montanha e Canicrosser foi um dos pioneiros do canicross em nosso País. Sua paixão pelo esporte com cães surgiu quando começou a fazer atividades com seus próprios pets e viu que muitos de seus alunos, amigos e conhecidos passaram a se interessar pela novidade. No início, percebeu que o mercado brasileiro ainda não estava preparado, a falta de equipamentos era um problema em todos os Estados. Ele, que pratica canicross há mais de seis anos, resolveu então ir mais longe e difundir esse tipo de corrida. Para isso, criou equipamentos próprios, incluiu a categoria em seus eventos, criou um campeonato e passou a treinar cães. Com sua força de vontade e a garra típica de todos os bons atletas, Willian fundou o Canicross Brasil, que coleciona novos seguidores a cada dia. Confira nossa entrevista com ele!

Yupets: O que é o canicross?
Willian: É um termo usado para descrever o esporte de corrida cross country com cães. Este esporte consiste em praticar corrida em terreno rústico, onde o homem e seu melhor amigo, o cão, estão em total harmonia em busca não só de vitórias, mas de muita diversão. Cão e humano sempre devem estar atrelados por uma guia. O condutor normalmente usa um cinto, que se conecta a uma corda elástica, e essa se conecta ao Harness (que é uma espécie de colete de tração no cão). A corda elástica reduz o choque em ambos e facilita todo o processo.

Yupets: Quem pode praticar esse tipo de atividade?
William: É um esporte que pode ser praticado por qualquer pessoa em qualquer idade, desde que esteja em condições físicas para tal. Obviamente, antes de sair correndo com o cão, é altamente recomendado que, condutor e cão, sejam submetidos a exames médicos para saber se tudo está bem. A prática do canicross é muitíssimo prazerosa para quem gosta de atividade física ao ar livre. Para competições, não existe um limite máximo de idade para condutores, mas sim um mínimo de sete anos, e em distâncias curtas. Já para os cães, a idade inicial é de um ano, e a máxima deverá ser avaliada pelo condutor consciente e seu veterinário. O canicross, diferentemente de outros esportes com cães, não requer pedigree. São permitidos cães de todas as raças, incluindo cães sem raça definida (SRD). Em resumo, o canicrosse só não é indicado para quem não gosta de cachorro.

Yupets: Como o esporte está sendo aceito no Brasil?
Willian: O esporte é novo no Mundo todo, tem cerca de 10 anos de vida, e está na hora de nós, brasileiros, também praticarmos. Por sorte, o canicross está sendo aceito muito bem no Brasil. Ele vem despertando o interesse principalmente por Trail Runners (corredores de montanha), pessoas que gostam de atividade em contato com a natureza, corredores off road, ou seja, quem gosta de corrida e sabe dos benefícios desse esporte e quer ter um cão mais saudável costuma adorar a novidade.

Yupets: Como é feito o treino de cães e tutores para a prática?
Willian: Os treinos são iguais aos dos corredores humanos com as mesmas periodizações. Treinos longos com menor intensidade, treinos curtos com mais intensidade, treinos de tiro e treinos de comando básicos como por exemplo: esquerda, direita, por cima (para saltar por cima de um obstáculo natural que possa estar na trilha como um troco de árvores, por exemplo). É importante treinar as valências físicas do humano e do cão (força, resistência, velocidade, agilidade, coordenação, flexibilidade e equilíbrio) e seguir os princípios de treinamento (adaptação, especificidade, sobrecarga, manutenção, variabilidade, continuidade e reversibilidade).

Yupets: E para os campeonatos, existe alguma espécie de treinamento prévio recomendado?
Willian: Para a pessoa participar dos campeonatos ou começar a praticar, basta estar apto a fazê-lo. Nós normalmente também pedimos atestado médico e carteira de vacinação dos cães.

Yupets: Quais os equipamentos necessários para a prática?
Willian: O equipamento é simples, porém específico: Cinto (no humano), guia que tem uma parte elástica para diminuir o impacto entre cão e humano e um colete de tração. Sem falar no tênis apropriado para corrida e uma roupa confortável para a prática de atividade física.

Yupets: Quais os benefícios que o canicross pode trazer para cães e seus donos?
Willian: Para os cachorros, notamos melhorias no comportamento, aprendizado de comandos com maior facilidade e socialização. Para cães e humanos, combatemos o sedentarismo e doenças causadas por ele, além de benefícios na relação entre cão e tutor.

Yupets: Você acredita que o canicross aproxima os cachorros e seus donos?
Willian: Sim, e muito! Os cães como os humanos são animais. Animais têm as suas necessidades e uma delas é se exercitar e com isso ter prazer na atividade. Você ter prazer em fazer algo com o seu cão e ele com você vai com certeza aproximar um do outro ainda mais. Canicross vai além de um petisco, carinho e um prato de comida. Canicross é uma filosofia de vida que vai fortalecer cada dia mais a amizade do cão e seu tutor.

E você, está esperando o que para começar essa atividade hoje mesmo? Para mais informações e agenda de eventos da modalidade, acesse: www.canicrossbrasil.com