Quanto custa manter um animal de estimação?

Se você pensa em comprar ou adotar um animal de estimação, é hora de parar e sentar para fazer contas. O mercado pet vem crescendo consideravelmente nos últimos anos, ele é um dos poucos setores que não está tendo problemas com a crise no País. Além disso, é cada vez mais comum vermos pessoas que possuem bichos em suas casas e mais: grande parte é tratado como filho.

A fim de ter uma panorama mais realista sobre quanto custa ter um animal de estimação hoje em dia no Brasil, recentemente a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) divulgou dados sobre os gastos mensais comumente destinados aos pets. A soma leva em conta um tratamento bom, mas sem luxos extremos.

Contabilizando gastos com ração, vacinas, banho e tosa, consultas com o médico veterinário, vermifugação e controle de pulgas em cachorros e gatos, a Abinpet estimou que os felinos custam aos seus donos mensalmente R$ 121,39. Os cães possuem uma variação considerável de acordo com o tamanho: os de porte pequeno ficam em torno de R$  216,50, os médios gastam aproximadamente R$ 278,21 e os grandes podem ter um custo quase duas vezes maior do que um pequeno, chegando a R$ 411,32. A pesquisa levou em conta somente animais adultos e com boas condições de saúde.

Dentre os pets, os mais econômicos foram os répteis (R$ 14,90) e as aves (R$ 7,80). Peixes e roedores chegam a R$ 66,50 e R$ 55,50, respectivamente. Ter um animal em casa, independentemente da espécie ou raça requer planejamento. A compra ou adoção por impulso muitas vezes resultam em abandono e negligência.