Homem é preso por maus-tratos após espancar o próprio cão

Habitante da Ilha Solteira, interior de São Paulo, um homem foi condenado pelo Ministério Público a 11 meses de prisão em regime semiaberto após espancar seu cachorro.
O fato aconteceu em 2016 e, há dois anos, segundo a denúncia, os vizinhos teriam entrado em contato com o irmão do agressor após ouvirem gritos do cachorro. O irmão, constatando a situação, acionou a polícia.

O homem foi condenado em 2016, porém, após recorrer, o caso chegou ao Ministério Público que solicitou sua prisão. A decisão não cabe recurso, o preso foi encaminhado para a cadeia da cidade de Pereira Barreto, no estado de São Paulo.

Segundo a sentença, o agressor teria usado um pilão e desferido chutes contra o cão. Ainda de acordo com o documento da sentença, “agrediu seu cachorro de maneira vil e covarde, causando lesões graves e permanentes, somente não se consumando a morte do animal por conta da intervenção de terceiros”.

Após o ocorrido, o cão chamado Zeus foi adotado e segue recebendo o tratamento necessário para sua recuperação. Zeus sofreu agressões tão intensas que teve deslocamento da retina nos dois olhos, o que o fez perder a visão de um dos lados.