Museu de Belas Artes contrata cachorro para missão especial

O Museu de Belas Artes de Boston (EUA) anunciou recentemente uma contratação diferente e inusitada: um filhote de cachorro da raça weimaraner. Riley tem apenas três meses, mas ao que tudo indica, tem uma vantagem sobre o trabalho de qualquer humano, seu faro excepcional, que lhe permite encontrar insetos como ninguém.

Em entrevista recente ao New York Times, Katie Getchell, uma das responsáveis pelo Museu, afirmou que é um projeto experimental, onde farão testes de desempenho para ver como Riley se sai ao longo dos meses.

A ideia é que o pequeno aponte aos seus treinadores onde existem insetos que se alimentam de papel e madeira, uma vez que estes bichos podem destruir não apenas móveis, mas principalmente livros raros e coleções inteiras.