Enriquecimento ambiental alimentar para gatos

É comum que os tutores de gatos achem que seus pets não brincam e preferem dormir o dia todo, isso é um equívoco não muito raro, mas triste para os felinos. Por mais “parados” que possam parecer, eles amam simular caças e perseguições, mas algumas vezes nós mesmos fazemos com que eles se frustrem nessas missões. Fique atento: sempre depois de uma caçada deve vir a recompensa (comida)!

É normal que peguemos um brinquedo, deixemos o gato eufórico e depois simplesmente o afagamos e guardamos o objeto. Isso, para ele, é como se todo aquele esforço não valesse a pena e, espertos como são, eles param de demonstrar interesse pela atividade. É quase como se pensassem :“Por que devo perder meu tempo e perseguir isso se nunca ganho algo em troca?”. Sendo assim, depois de um bom e árduo trabalho, devemos fazer com que se sintam orgulhosos e felizes.

Fazer com que busquem por comida e petiscos também é uma opção bem legal para os nossos gatos. Podemos iniciar com um nível mais “light”, onde tudo esteja de fácil acesso, sem exigir demais de seu olfato e visão, mas com o passar do tempo, o indicado é ir dificultando de modo que ele precise pensar e criar estratégias para conseguir o que deseja. Seria assim na natureza e se existem animais domésticos que ainda não se desligaram dela, esses bichos são os gatos.

Você pode, ainda, usar brinquedos interativos para os bichanos, mas aproveitando que adoram caixas de papelão, elas podem ser suas aliadas e esconderijos mais do que perfeitos. Alguns tutores usam também as caixas de ovos (sim, as que compramos no mercado) para este intuito. É muito fofo – e nada anti-espécie – ver que alguns dos felinos utilizam suas mãos para pegarem o alimento.